15.2 C
fpolis
segunda-feira, outubro 18, 2021
cinesytem

Projeto Fênix do CDI-SC vai receber cerca de R$ 800 mil em financiamento da Petrobrás

spot_img

Projeto Fênix do CDI-SC vai receber cerca de R$ 800 mil em financiamento da Petrobrás

spot_img

O projeto Fênix, idealizado pelo Comitê para Democratização da Informática de Santa Catarina (CDI-SC), foi um dos 176 escolhidos entre um total de 3.439 para receber financiamento da Petrobrás, que realiza anualmente seleções públicas para oferecer recursos a projetos e instituições que desenvolvam atividades na área ambiental e na de Desenvolvimento e Cidadania. Incluído nesse último segmento, o projeto Fênix deve receber cerca de R$ 800 mil da Petrobrás.

O principal objetivo do projeto Fênix é ampliar o acesso de jovens carentes de comunidades da Grande Florianópolis às oportunidades de trabalho, através da capacitação em Tecnologia da Informação. As ações do projeto vão contemplar os municípios de Biguaçu, Florianópolis, Palhoça, São José e Santo Amaro da Imperatriz.

A previsão é de capacitar 200 jovens: 100 ainda neste ano e outros 100 em 2014. O público-alvo são jovens entre 18 e 19 anos, em situação de pobreza e vulnerabilidade social, provenientes de famílias com renda familiar de até quatro salários mínimos, das comunidades carentes da Grande Florianópolis.

Pessoas com deficiência física terão resguardadas 10% das vagas. Será oferecido gratuitamente a esses jovens o Curso de Manutenção e Montagem de Computadores, uma bolsa-incentivo no valor de R$ 150,00 durante a capacitação e vale-transporte até o local do curso.

Aprendendo na prática

Durante o curso, os alunos aprendem na prática: recebem computadores usados por empresas e pela população em geral, e a partir dos conhecimentos teóricos, recuperam e testam em média 8,5 computadores durante o curso.

Nas edições do curso já realizadas pelo CDI-SC, a instituição pôde acompanhar a evolução dos jovens capacitados: dos 103 jovens que fizeram o Curso de Manutenção e Montagem de Computadores nos dois últimos anos, sete empreenderam negócio próprio dando assistência técnica nas comunidades onde residem, 25 estão empregados em empresas e assistências técnicas e muitos trabalham como autônomos atendendo aos clientes em casa.

Para garantir o compromisso de empregabilidade assumido pelo projeto, o processo seletivo será rigoroso: sem exceção, os candidatos deverão se submeter a um teste gratuito de aptidão profissional, que inclui testes de raciocínio espacial, atenção concentrada e raciocínio lógico, executado por psicólogo que realizará a checagem das provas e formatará um ranking com as melhores notas obtidas nos testes.

spot_img
spot_img