14.6 C
fpolis
quarta-feira, setembro 22, 2021
cinesytem

Projeto Movimento Rosa é premiado no maior evento de pesquisa em câncer de mama do país

spot_img

Projeto Movimento Rosa é premiado no maior evento de pesquisa em câncer de mama do país

spot_img

 

O Movimento Rosa, realizado pela Sociedade Brasileira de Mastologia – Regional Santa Catarina (SBM/SC), foi premiado com o segundo lugar entre os projetos mais inovadores no controle do câncer de mama no Brasil. O destaque foi concedido pelo Brazilian Breast Cancer Symposium (BBCS), maior evento de pesquisa em câncer de mama do país, encerrado no último sábado (15), em Goiás. 

Realizado de outubro de 2020 a março de 2021, o Movimento Rosa proporcionou, de forma totalmente gratuita, dos exames preventivos até o tratamento completo do câncer de mama a mulheres de baixa renda com mais de 40 anos, nos municípios da Grande Florianópolis, Joinville, Blumenau, Chapecó, Lages, Itajaí, Criciúma, Tubarão e Mafra. Foram feitas 960 mamografias, 915 consultas, 91 ultrassonografias e outros exames, 21 biópsias e 10 cirurgias. 

A ação beneficiou um total de 1050 mulheres e foi viabilizada com o apoio da farmacêutica LIBBS, além de profissionais mastologistas associados da SBM/SC, hospitais e empresas privadas nas áreas de radiologia, patologia, mastologia e oncologia. A apresentação no BBCS foi realizada pelo médico mastologista Cristiano Steil da Silva, vice-presidente da Sociedade Catarinense de Mastologia.

Em plena pandemia, que causou uma queda nos exames de rotina, o Movimento Rosa contribuiu com o controle do câncer de mama e, com o forte impacto da divulgação da campanha, foi fundamental na conscientização para a prevenção da doença. "Com o uso de canais digitais, as pacientes não precisaram sair de casa para agendar seus exames e consultas. O tempo dispensado pela paciente foi exclusivamente nos dias programados para consulta e exames, reduzindo ainda o intervalo de tempo entre o diagnóstico e o tratamento", explicou Cristiano Steil da Silva. "Esse formato pode ser usado pelo Sistema Único de Saúde, sem impactar em custo, com excelente perspectiva para aumentar o diagnóstico precoce do câncer de mama", completou.

Com o sucesso do Movimento Rosa, a Sociedade Catarinense de Mastologia trabalha pela continuidade e ampliação das parcerias com a iniciativa privada, para que o projeto prossiga no estado e também sirva como exemplo para o país.

spot_img
spot_img

Leia mais