26.2 C
fpolis
quinta-feira, janeiro 20, 2022
cinesytem

Secretário de Educação de Florianópolis é reeleito para Undime do Sul do país

Secretário de Educação de Florianópolis é reeleito para Undime do Sul do país

spot_img

Em solenidade em Brasília, Rodolfo Pinto da Luz foi reconduzido ao cargo para mais dois anos. No Distrito Federal buscou também auxílio para construção de escola no Norte da Ilha.

Rodolfo Joaquim Pinto da Luz foi reeleito Presidente da Regional Sul do país da Undime, União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, em votação que ocorreu na quinta-feira (05/05), em Brasília. A Presidência Geral coube à Cleusa Repulho, de São Bernardo do Campo (SP).

Prestigiaram o evento o Ministro da Educação Fernando Haddad e o Presidente da Comissão Especial, na Câmara dos Deputados, responsável por apreciar o Plano Nacional de Educação, o parlamentar Gastão Vieira. Em seu discurso, o Secretário de Educação de Florianópolis, Pinto da Luz, fez questão de frisar a importância do Plano destinar 10% do PIB para a Educação, ao invés dos 7% previstos.

Pinto da Luz igualmente foi empossado como membro do Comitê de Governança para a Prova Nacional de Concurso de Professor, nas esferas municipal e estadual.

Escola

Em Brasília, o Secretário de Educação conversou também com a Secretária de Educação Básica do MEC, Maria do Pillar, e com o coordenador-geral de Infraestrutura Educacional do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Tiago Radunz, a respeito da participação do Governo Federal para a construção da nova Escola Básica Osvaldo Machado, em Ponta das Canas.

As autoridades vão examinar o projeto para verificar de que forma contribuir com o município de Florianópolis. A obra está orçada em R$ 7,9 milhões.

A escola do Norte da Ilha está localizada em um terreno que não permite a ampliação do estabelecimento de ensino para melhor atender a comunidade. Pelo projeto, a unidade terá 16 salas, sendo 12 de aula e quatro de multiuso.

Além disso, terá laboratório de ciências, laboratório de informática, auditório e duas quadras poliesportivas, uma coberta e outra descoberta. “Hoje em dia, os alunos e professores não são contemplados com esse padrão de qualidade da educação já implantados na maioria das unidades”, atesta Pinto da Luz.

A nova escola Osvaldo Machado, ao invés de ter capacidade para 450 alunos, poderá matricular 720 crianças e adolescentes. A área do terreno é de 19 mil 636 m² quadrados e a de construção é de 4 mil 688 m².

spot_img
spot_img