16.9 C
fpolis
sexta-feira, outubro 22, 2021
cinesytem

SESC-SC oficializa que está negociando como Governo do Estado para assumir a gerência do TAC

spot_img

SESC-SC oficializa que está negociando como Governo do Estado para assumir a gerência do TAC

spot_img

A assessoria de imprensa do Serviço Social do Comércio de Santa Catarina (SESC-SC) divulgou no começo da tarde desta quinta-feira, 25, que está negociando com o Governo do Estado de Santa Catarina para assumir a gestão do Teatro Álvaro de Carvalho (TAC), em Florianópolis. Confira o comunicado oficial na íntegra:

“COMUNICADO DO SESC SANTA CATARINA À IMPRENSA

Em relação às tratativas do Serviço Social do Comércio de Santa Catarina com o Governo do Estado de Santa Catarina para assumir a gestão do Teatro Álvaro de Carvalho (TAC), informamos que os termos da parceira estão em negociação por ambas as partes. A intenção do Sesc em administrar o TAC provém da vocação da instituição em promover o acesso à cultura e o desenvolvimento da área no sentido de dinamizar e qualificar a programação deste, que além de ser um dos principais patrimônios históricos do estado, é também uma das principais ferramentas culturais dos artistas de Santa Catarina.

Ao longo dos anos, o Sesc tem desenvolvido uma política cultural abrangente, levando espetáculos de teatro, música e literatura a mais de 27 cidades catarinenses, bem como exposições de artes visuais e exibições de cinema. Em 2012, foram mais de 3.600 ações em todo o Estado, sendo que em projetos de circulação esse número chega a 100 produções. Em Florianópolis, especificamente, o Teatro do Sesc Prainha figura como um dos únicos espaços culturais com programação diária de espetáculos, recebendo grande número de artistas catarinenses e também circuitos de espetáculos nacionais. É um teatro de 80 lugares, com grande procura e um reconhecimento do público e dos artistas como um dos principais realizadores e divulgadores da cultura no Estado.

A negociação para assumir a gestão do TAC diz respeito a ampliar o acesso da população a uma programação de qualidade, aumentando não apenas a capacidade de público das ações, mas a possibilidade de receber espetáculos de maior porte. A parceria com o Governo, nesse sentido, vem a reforçar a intenção das duas instituições em democratizar o acesso à cultura e a conservação do patrimônio.

Dos artistas profissionais de Santa Catarina, grande parte já integrou nossa programação. A difusão desse trabalho pelo Estado também é marca da instituição que, além de promover essa itinerância, apresenta e defende trabalhos catarinenses nos encontros de curadoria nacional. A atenção aos artistas e a percepção de sua obra são um dos motes de ação e uma das principais características da entidade. A possível cessão do TAC não será exceção à valorização do artista local e a democratização do acesso à cultura ao público.

As curadorias do Sesc geralmente têm a participação dos nossos profissionais e de assessores qualificados e contratados especificamente para esse fim. A metodologia de escolha de espetáculos, bem como o modo de gestão do teatro, estão sendo negociados em detalhe com o Governo Estadual. Vale ressaltar que a preocupação com a qualidade do que é oferecido ao público, e a participação de artistas e profissionais reconhecidos para auxiliar na escolha continuará sendo um critério para montagem da programação.

De qualquer forma, o compromisso do Sesc em promover e valorizar os artistas de Santa Catarina, o acesso à cultura e a formação de plateia, com a cessão ou não do TAC, continuam uma prerrogativa da instituição. O nosso programa de cultura, atendendo a suas diretrizes, dinamiza a produção local e leva o artista catarinense a cada vez mais cidades. Consideramos a cultura um fator de extrema relevância no desenvolvimento pessoal e social do indivíduo. Seja na música, nas artes cênicas, na literatura e tantas outras formas de expressão, a nossa proposta é a de promover o pensamento crítico, enriquecer intelectualmente o público e ser um espaço de viabilização da produção artístico-cultural.

Roberto Anastácio Martins
Diretor Regional do Sesc Santa Catarina”

spot_img
spot_img