24.4 C
fpolis
domingo, janeiro 23, 2022
cinesytem

Teatro ajuda na conscientização de banhistas sobre lixo em praias da Capital

Teatro ajuda na conscientização de banhistas sobre lixo em praias da Capital

spot_img

Entre dezembro e março, produção de resíduos sólidos aumenta 25% na cidade

Berbitampas, peixelé e peixedália são novas espécies de animais marinhos encontradas nas pescarias de Chico e Bento. Feitos de tampinhas de garrafas, embalagens de picolé e restos de sandálias, os peixes produzidos com lixo encontrado nas praias servem de alerta para os banhistas em apresentações de teatro à beira-mar.

Os pescadores são personagens interpretados por Valdinei Marques, da Companhia de Melhoramentos da Capital (Comcap), e Sayonara de Castilhos Amaral, da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Floram), e fazem parte do projeto de conscientização dos órgãos municipais para manter limpas as praias de Florianópolis durante a temporada de verão.

Entre os meses de dezembro e março, a produção de resíduos sólidos na Capital sobe cerca de 25%. A coleta diária de lixo aumenta de cerca de 360 toneladas para 450 toneladas na alta temporada.

— Em lugares que fazíamos coletas três vezes por semana, agora fazemos diariamente. Também estamos usando mais caminhões para fazer a coleta — informou o presidente da Comcap, Wilson Cancian Lopes.

Em balneários como Canasvieiras, uma das praias mais procuradas pelos turistas de Florianópolis, no Norte da Ilha de Santa Catarina, a coleta aumentou em até 70%. Mesmo assim, não são todos os frequentadores das praias que jogam o lixo nas dezenas de lixeiras espalhadas pelos balneários. Muitos deixam sacos plásticos e restos de comida na areia.

— Falamos com vários pescadores e todos falam que junto com os peixes, tiram lixo de dentro do mar. Esse lixo vem da praia — explicou Chico, interpretado por Marques.

Em janeiro, a Comcap recolheu, até o dia 20, 9,6 mil toneladas de resíduas sólidos na Capital, sendo 40% desse total, 3,8 mil toneladas, coletadas nas praias.

Trabalho noturno mantém areia limpa

Para garantir que a praia estará limpa para os turistas assim que o dia amanhecer, funcionários da Comcap também trabalham de madrugada nas areias.

— Onde há iluminação na praia, fazemos a coleta de lixo na faixa de areia e nas avenidas centrais. Para essa temporada, cerca de 200 funcionários temporários foram contratados para a varrição dos balneários, a limpeza das praias e a coleta de lixo — disse Lopes.

Para os turistas argentinos Roberto Adad e Hilda Antero, as praias de Florianópolis estão limpas, apesar do número de visitantes que a ilha recebe.

— Há lixeiros espalhados pela areia. Ainda vejo que algumas pessoas não usam, mas não são daqui e logo se acostumam também — falou, depois de jogar o resto do chimarrão que tomava na beira da praia em uma das três sacolas verdes que os cercavam.

(Tatyana Azevedo, DC, 27/01/2009)

spot_img
spot_img