19.1 C
fpolis
sábado, dezembro 4, 2021
cinesytem

Estudantes de Design de Moda da Estácio ensinarão costura a presidiárias

spot_imgspot_img

Estudantes de Design de Moda da Estácio ensinarão costura a presidiárias

spot_img

Estudantes de Design de Moda do Centro Universitário Estácio de Sá de Santa Catarina vão participar do projeto Malharia Social, que dará a reeducandas do regime semiaberto do Presídio Feminino de Florianópolis uma oportunidade de qualificação profissional com a produção de roupas, além de remuneração para ajudar suas famílias.

Iniciativa de um grupo de professores atuantes no Complexo Penitenciário, o trabalho contará com vários parceiros, que além de ajudarem na instalação de uma malharia completa no local garantirão ainda acompanhamento psicológico e assessoria jurídica às detentas.

Aos alunos caberá ensinar e acompanhar o trabalho de costura, sempre sob supervisão de professores. Serão abordadas técnicas de costura em cinco tipos de máquinas de costura profissionais, além de modelagem, desenho, história da moda, Pesquisa de Moda, Planejamento de Coleção, Empreendedorismo e Economia Criativa.

As reeducandas participantes do Malharia Social, indicadas pela direção do presídio, receberão um salário mínimo por oito horas de trabalho, conforme a Lei de Execuções Penais (LEP). O presídio feminino da capital abriga hoje 120 reeducandas.

spot_img
spot_img