20.4 C
fpolis
quinta-feira, junho 20, 2024
Cinesystem

Ingrid Martins, Top 50 do mundo, e jovem catarinense Carolina Bohrer disputam o  Mundo Tênis Open, o WTA de Florianópolis

spot_img

Ingrid Martins, Top 50 do mundo, e jovem catarinense Carolina Bohrer disputam o  Mundo Tênis Open, o WTA de Florianópolis

spot_imgspot_img

Ingrid Martins formará dupla com Laura Pigossi na competição. Carolina Bohrer, de apenas 16 anos, é de Florianópolis e está entre as melhores do mundo no ranking mundial para sua idade – Fotos: Ingrid Martins (Crédito: Luiz Candido/CBT) – Carolina Bohrer (Crédito: Sergio Llamera / ITF)

Florianópolis (SC) – 14 de novembro de 2023 – O esquadrão brasileiro aumentou para a disputa dos títulos de simples e duplas do MundoTênis Open, o primeiro WTA em solo brasileiro após sete anos que será jogado em Florianópolis (SC), entre os dias 19 e 26 de novembro. O evento será disputado na Super 9 Tennis Park, no Jurerê Sports Center, no bairro de Jurerê Internacional.

Na chave de duplas, Ingrid Martins, atual 47ª do mundo, é mais uma top 50 confirmada e jogará ao lado da campeã Pan-Americana e medalhista de Bronze Olímpica, Laura Pigossi.

Ingrid deu uma arrancada na temporada onde conquistou seu primeiro título WTA na carreira, em Bad Homburg, na Alemanha, e soma resultados expressivos como as oitavas de final em Wimbledon e semifinal no WTA 1000 de Pequim, na China.

“Estou muito feliz em poder jogar o Mundo Tênis Open com uma parceria brasileira com a Laura Pigossi. Será uma oportunidade muito grande, mas também trocar experiências com jogadoras desse nível. Quero aproveitar essa oportunidade e dar meu melhor em Florianópolis”, destacou Ingrid.

A chave principal de simples terá a presença da jovem catarinense de Florianópolis, Carolina Bohrer, que recém-completou 16 anos, que ganhou um convite da organização. Apesar da pouca idade, a tenista que treina em Orlando, nos EUA, desde 2018, já soma vitórias em torneios profissionais e está entre as 20 melhores ranqueadas no profissional para atletas até 16 anos.

“Estou muito feliz por receber esse convite para um torneio muito importante e grande como esse. É uma oportunidade incrível e eu estou muito animada e pronta pra competir e dar o meu melhor. Estou feliz que seja em Floripa. A minha família vai poder ir me assistir e torcer. Eu gostaria de agradecer pela essa oportunidade incrível”, disse a atleta que vem da disputa da Billie Jean King Cup juvenil com o Brasil onde o país fez quartas de final em Córdoba, na Espanha: “Foi uma experiência incrível pra mim, joguei super bem, foi muito bom”, apontou.

O Brasil terá agora na chave principal de simples a paulistana Laura Pigossi, a campineira Carol Meligeni Alves e Carolina Bohrer. Nas duplas Ingrid Martins e Pigossi jogam juntas. 

A competição terá a americana Emma Navarro, 38ª colocada, como principal cabeça de chave. Ela semifinalista no WTA 500 de San Diego, nos EUA, semifinalista no WTA 250 de Bad Homburg, na Alemanha. A segunda favorita será a russa Daiana Shnaider, a romena Irina Begu e a argentina Nadia Podoroska totalizando quatro jogadoras do top 100 na lista oficial. Begu já esteve três vezes na segunda semana de Grand Slams, sendo duas em Roland Garros nas oitavas no ano passado e em 2016. Foi número 22 do ranking mundial e soma cinco títulos WTA na carreira. Podoroska foi semifinalista do Aberto da França em 2020, e no ano seguinte esteve entre as 40 melhores. Neste ano ela foi semifinalista em Budapeste, na Hungria.

A lista tem ainda a fera Sara Errani, ex-top 5 e vice de Roland Garros em 2012, a australiana Ajla Tomljanovic, que esteve por três vezes em quartas de final em Grand Slams e aposentou Serena Williams no US Open do ano passado, a francesa Dianne Parry, que foi top 60 e semifinalista este ano no WTA de Lausanne, na Suíça. A francesa Leolia Jeanjean, que tem vitória sobre a top 10, Karolina Pliskova, em Roland Garros no ano passado, também disputa o torneio.

A croata Petra Marcinko, 132ª colocada, campeã juvenil do Australian Open em 2022 e do tradicional Orange Bowl, nos EUA, no final de 2021, também buscará o título no saibro catarinense. Outra jovem de talento é a tcheca Sara Bejlek, de 17 anos, que foi campeã de duplas juvenil de Roland Garros no ano passado e semifinalista em simples.

Lúzio Ramos, diretor do evento, destacou: “Um dos pilares do Mundo Tênis Open é reforçar o tênis feminino brasileiro que vem em uma crescente. Muito legal poder contar com nomes como a Ingrid Martins jogando ao lado de Laura Pigossi, a Carol Meligeni e agora a jovem catarinense Carolina Bohrer. Jogar em casa, com a torcida a favor, poderá fazer uma diferença para essas meninas desempenharem um grande tênis e conquistarem resultados importantes para suas carreiras aqui”.

INGRESSOS À VENDA – Os fãs de tênis podem adquirir os ingressos para a competição. Entre eles o Ground Pass no valor de R$ 20,00 que dará acesso ao complexo mais as quadras 1 e 2 , quadras de treino e área interativa. Os ingressos que darão acesso à quadra central custam a partir de R$ 40  na arquibancada comum e também a opção colada à quadra com o BOX. Na sexta-feira, sábado e no domingo haverá Área VIP com Open Bar e comida. Os bilhetes podem ser adquiridos pelo site https://mundotenisopen.com/ .

A programação prévia indica jogos começando a partir das 14h com sessão única da quadra central sempre com a última partida começando a partir das 19h. A final está prevista para 12h do domingo, 26.  

A competição terá a premiação total de US$ 115 mil oferecendo 160 pontos para as campeãs nas chaves de simples e duplas. A chave será de 32 jogadoras para as simples com 16 duplas e qualificatório de simples de oito atletas. O quali será disputado no domingo, 19, e a chave principal larga na segunda, 20, e vai até o domingo, 26.

O torneio WTA em Florianópolis (SC) fará parte de uma grande gira sul-americana que começará por Colina (Chile), na semana do dia 13 de novembro, Buenos Aires (Argentina), a partir do dia 27, e Montevidéu (Uruguai), a partir do dia 4 de dezembro.

CONFIRA A LISTA OFICIAL DAS TENISTAS*

1 – Emma Navarro (EUA) 38 (WC – Wild Card)
2 – Daiana Shnaider (RUS) 60
3 – Irina Begu (ROM) 76
4 – Nadia Podoroska (ARG) 78
5 – Sara Errani (ITA) 107
6 – Diane Parry (FRA) 109
7 – Anna Bondar (HUN) 116
8 – Elizabeth Mandlik (EUA) 127
9 – Leolia Jeanjean (FRA) 128
10 – Laura Pigossi (BRA) 134
11 – Panna Udvardy (HUN) 140
12 – Sachia Vickery (EUA) 147
13 – Jessica Bouzas (ESP) 152
14 – Maria Carle (ARG) 153
15 – Julia Riera (ARG) 158
16 – Fiona Ferro (FRA) 161
17 – Jule Niemeier (ALE) 162
17 – Iryna Shymanovich (BLR) 164
18 – Renata Zarazua (MEX) 165
19 – Petra Marcinko (CRO) 175
20 – Carole Monnet (FRA) 182
21 – Sara Bejlek (CZE) 190
22 – Carol Meligeni Alves (BRA) 297 (WC – Wild Card)
23 – Ajla Tomljanovic (AUS)  549 (WC – Wild Card)
24 – Carolina Bohrer (BRA) 895 (WC- Wild Card)

* a lista pode sofrer alterações até o início dos jogos

editor.deolhonailha
editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img
spot_img
spot_img

Leia mais

spot_img