19.2 C
fpolis
quarta-feira, junho 29, 2022
Cinesystem Villa Romana Shopping

Nubank garante linha de crédito de US$ 650 milhões para impulsionar crescimento internacional

Nubank garante linha de crédito de US$ 650 milhões para impulsionar crescimento internacional

spot_imgspot_img

O Nubank, banco digital brasileiro, assegurou uma linha de crédito no montante de 650 milhões de dólares para impulsionar ainda mais seu crescimento internacional, com foco no México e na Colômbia. Esses fundos virão de uma linha de crédito obtida em moeda local durante três anos financiada através de gigantes financeiras multinacionais como Morgan Stanley, Citi, Goldman Sachs e HSBC. Essas mesmas instituições já haviam participado na IPO de dezembro de 2021 do Nubank, na qual a fintech brasileira levantou perto de US$ 2,8 bilhões.

O Nubank faz parte dos pagamentos de milhões de pessoas ao redor do mundo para suas compras e entretenimento. Hoje em dia cinemas, teatros e shows aceitam pagamentos com nubank, lojas online tem o nubank como forma de pagamento e existem até mesmo cassinos com nubank.

O CEO e um dos fundadores do Nubank, o colombiano David Vélez afirmou que a Nubank está redobrando seu compromisso no México e na Colômbia para continuar crescendo e gerando um impacto local positivo por meio da inclusão financeira de milhões de latino-americanos.

O financiamento mencionado será canalizado para algumas áreas principais do Nubank: tecnologia e desenvolvimento de produtos, expansão da base de clientes da empresa e contratação de novos talentos.

México e Colômbia hoje, junto com o Brasil, representam praticamente 60% do PIB e da população da América Latina, sendo, portanto, mercados estratégicos para a empresa.

O Nubank emite cartões de crédito no México desde 2020 e possui no país cerca de 1,4 milhão de clientes. Já na Colômbia, possui cerca de 114.000 clientes. A fintech brasileira está construindo no momento um hub de engenharia, produto e ciência de dados na Colômbia com o objetivo de nutrir a próxima geração de serviços financeiros naquele país.

Conheça um pouco da história do Nubank

Fundado em 2013 no Brasil pelo colombiano David Vélez, pela brasileira Cristina Junqueira e pelo americano Edward Wible, o Nubank chegou ao México no ano de 2019 e no ano seguinte na Colômbia, em 2020. Hoje possui aproximadamente 54 milhões de clientes ao redor do mundo e é também o maior emissor de cartões de crédito no México.

Considerado o maior banco fintech da América Latina, tem sua sede principal em São Paulo. Em processo constante de expansão a empresa também possui escritórios em Berlim, Alemanha, Buenos Aires, Argentina e México.

Em dezembro do ano passado, o Nubank lançou sua IPO na NYSE, avaliando a empresa em US$ 45 bilhões, tornando-se o neobanco digital mais valioso. Uma grande trajetória para a empresa que havia feito sua primeira transação com um cartão no ano de 2014 e posteriormente, anos depois, se tornou uma empresa de bilhões de dólares.

Até chegar lá, foi uma longa trajetória. Nos dois primeiros anos de existência do Nubank, a empresa arrecadou cerca de 600 milhões de reais. Seu primeiro produto financeiro foi um cartão de crédito internacional sem taxas de anuidade e totalmente gerenciado por meio de um aplicativo móvel.

Pouco depois lançou também um programa de fidelidade chamado Nubank Rewards. Os pontos do programa traziam como vantagem o fato de nunca expirar e poderiam ser trocados por um catálogo de produtos ou descontos em serviços, viagens e entretenimento. Na sequência lançou também sua conta digital, a NuConta.

A empresa financeira seguiu progredindo e nos anos seguintes passou a oferecer pagamentos por débito. Com o lançamento de um novo design do cartão de crédito, o Nubank chegou a ser destaque no Guinness Book por ter feito o maior unboxing do mundo.

Com o sucesso de seus produtos financeiros lançados até então, passou a oferecer também empréstimos pessoais para os usuários de suas contas digitais. Continuando sua expansão, a chegada de suas operações ao foi a primeira vez que o Nubank passou a oferecer os seus serviços e produtos fora do Brasil. Na sequência a empresa chegou também a Colômbia.

O sucesso do Nubank é tão grande que a cofundadora da empresa, Cristina Junqueira, se tornou a segunda mulher no Brasil a alcançar o status de bilionária, já que detinha 2,9% das ações da fintech quando de sua IPO.

O que são “Fintechs”?

O termo Fintech é usado para descrever novas tecnologias que buscam melhorar e automatizar a entrega e o uso de serviços financeiros. ​​Em sua essência, a fintech é utilizada para ajudar empresas, empresários e consumidores a gerenciar melhor suas operações financeiras, processos e vidas, utilizando software e algoritmos especializados que são usados ​​em computadores e, cada vez mais, smartphones. Fintech é uma palavra que surgiu da junção entre as palavras tecnologia e finanças.

Quando as fintechs surgiram esse termo era principalmente utilizado para se referir às tecnologias utilizadas em sistemas de back-end nas instituições financeiras. Depois disso, entretanto, aconteceu uma alteração para serviços mais direcionados para os consumidores. A Fintech agora inclui diferentes setores e indústrias, como educação, banco de varejo, captação de recursos e organizações sem fins lucrativos e gestão de investimentos, para citar alguns.

Fintech também inclui o desenvolvimento e uso de criptomoedas como bitcoin. Embora esse segmento de fintech possa ver mais manchetes, o dinheiro ainda está no setor bancário global tradicional e em sua capitalização de mercado de vários trilhões de dólares.

editor.deolhonailhahttp://www.deolhonailha.com.br
O DeOlhoNaIlha é um portal de propriedade da NacionalVOX - Agência Digital, de Florianópolis. Seu lema é "Fique por dentro de Floripa" e seu objetivo é deixar os moradores e visitantes da Ilha da Magia muito bem informados sobre tudo o que acontece na cidade e região.
spot_img